Páginas

sexta-feira, 10 de julho de 2015

O que me conduzia





Suspiro de alívio?
Tenho ordens expressar
Para me expressar.
Entendo. Compreendo a necessidade
Tenho olhos e pés para sonhar.

Distraído, tento ser quem não fui.
Complicado? Todos mudam,
Até seus olhos azuis
Que passaram a me enxergar,
Que deixaram de me fazer sonhar.

Às vezes penso:
É melhor me esconder do sol e da luz
E avistar, de longe, a quem hoje não me conduz.
Complicado? Não me acho capaz de explicar
E é comigo.
Em outros braços macios, consegui, por destino,

Encontrar abrigo.

junho de 2009

Nenhum comentário: