Páginas

sábado, 1 de novembro de 2014

Quando o homem deixar o Planeta Terra





Quando o homem chegou ao Planeta Terra deve ter tido uma boa impressão da natureza. Não havia poluição, não havia a necessidade de trabalhar para enriquecer, não havia a necessidade de se levar desaforo pra casa, de ficar calado frente à injustiça, frente à dor de ver nos olhos do seu semelhante a tristeza de voltar pro lar sem a felicidade que tanto busca no emprego, a satisfação social que tanto aparece nos nossos devaneios diários.
Quando o homem chegou ao Planeta Terra deve ter tido uma boa impressão da via. Não havia cobranças desnecessárias, não havia a necessidade de viver em meio ao lixo, não havia a mínima necessidade de se cuidar do seu futuro, de ficar tendo que se convencer de que o mundo pode se desmanchar sob os seus pés frente a uma natureza que agoniza através do choro de um filhote ou do canto imperceptível das árvores que choram ao se tornarem órfãs.
Mas quando o homem deixar o Planeta Terra, quando o homem tiver que seguir o seu destino em outro lugar, em outra dimensão, vamos todos entender que a vida que tanto desejamos ter nunca será nossa... Ela será melhor ou, em inúmeros casos, pior, mas nunca a que desejamos. Nunca. 

Nenhum comentário: