Páginas

quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Para salvar o Brasil

Um vazio me sufoca... uma dor. As pessoas caminham na rua sem saber o que fazer, sem saber por que vivem. Meu coração lamenta as perdas, a chuva em lugares errados. A chuva que mata com a lama, ao mesmo tempo em que pessoas, em outros estados, vivem na seca total, no horror de ver seus bichos morrendo por falta de água, ou dos bichos que veem seus donos serem mortos pelo excesso de água. Que tristeza...
            Mas de quem é culpa por tudo isso? É da natureza que segue seu curso? E do homem, que na ganância ou na necessidade constrói em lugares errados? Ou do governo, que fecha os olhos para a falta de moradia do povo, que só agora tem um programa de assistência que visa subsidiar moradias populares a quem não tem onde morar?
            Para salvar o Rio, para salvar o Brasil, o planeta, precisamos mais do que hipocrisia e sermos solidários doando água, comida, roupa e material de limpeza... Precisamos fazer mais: melhorar a nós mesmos... É banal, clichê, démodé falar isso, mas a gente precisa mudar nossa visão do mundo, de como lidamos com um mundo que não é nosso. Quantos de nós guardam o papel da bala no bolso quando não há lixeira por perto, por exemplo?
       Mesmo que distantes, temos culpa no que aconteceu na região serrana do Rio de Janeiro, em São Paulo, em Minas Gerais... Não sei se está chovendo mais do que deveria, mas uma coisa é certa: aquelas terras, aqueles morros não foram feitos para abrigar casas, hotéis, pessoas... Olhem quanta terra tem desabitada, improdutiva neste país! Precisamos agir mais do que falar e escrever...
     Nos livros de história, em sites, na TV, nós vemos que, quando queremos, conseguimos grandes feitos, desde expulsar um presidente que faz merda até consolar e ajudar os desabrigados de outros países, como no terremoto no Haiti... Será que não conseguimos fazer isso outra vez? Será que não conseguimos mais sair às ruas e cobrar soluções palpáveis, ou mesmo, num pedido menos utópico (o que de fato quase é nos dias de hoje), conseguir uma autoconscientização, ensinar a nós mesmos a cobrar uma melhor postura diante do mundo? Até quando imagens como estas serão motivo de vergonha para o Brasil? Até quando?




















Nenhum comentário: