Páginas

segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Luto e Luta



Recebi, extremamente feliz, hoje, a notícia da vitória de Dilma Rousseff.
Feliz porque ela é a candidata de Lula, em primeiro lugar; feliz porque ela é PT, em segundo lugar; e feliz porque não será o PSDB a governar outra vez, mais feliz ainda porque seria José Serra o presidente caso o Brasil mostrasse extrema ingratidão.
Quem me conhece, desde alunos a professores, passando pela família, amigos e desconhecidos, sabe da minha simpatia pelo PT e pelo presidente Lula. Confesso que minha preferência para suceder o presidente mais popular e melhor da História do Brasil não era Dilma, mas o ex-deputado Zé Dirceu... Os motivos estão marcados na história, e quem acredita em sua participação no escândalo conhecido como mensalão deveria entender mais de política... mas não é de Dirceu que trato neste texto, nem de Dilma...
Logo após a confirmação da vitória de Dilma (o que acompanhei no site do TSE, mas confirmei no G1 – só pra ter o gosto de ver a Globo dando a notícia) me bateu uma tristeza alegre... mas o que é uma alegria de tristeza? Alegria porque o meu foto foi um dos 52,5 milhões de votos que elegeram Dilma, a primeira mulher presidente; porque o PT vai continuar fazendo do Brasil Um País de Todos... Mas a tristeza veio porque agora nós temos a certeza de que Lula está nos deixando, ou melhor, deixando de nos liderar.
Lula não vai ficar na História: ele é História.
A vitória de Dilma era certa e esperada desde que o PSDB laçou a candidatura de José Serra... um cara que só foi mais votado em Alagoas (sabe lá por que) de todos os estados da federação quando concorreu pela primeira vez à presidência, em 2002. Se fosse Aécio eu realmente tinha me preocupado (e ficarei daqui a quatro anos), mas Serra... Serra não é humano, o povo sabe... Pela sua irresponsabilidade Eloá morreu, um pedaço do viaduto do Rodoanel caiu, a enchente nunca foi maior em São Paulo que não teve nem sequer os bueiros limpos em seu mandato inconcluso, como sempre.
Meus poucos leitores devem estar achando este texto um pouco confuso, mas é a emoção (e um pouco de álcool) que governam meus dedos nesta hora em que eu fico feliz pela vitória de Dilma (foda-se se ela é a favor do aborto, a decisão de descriminá-lo não cabe a uma pessoa, mesmo que presidente, ou melhor, presidenta!), mas Lula nos deixará órfãos, e isso me entristece.
– Desculpe, Dilma, mas preferia Lula, preferia Dirceu... Depois deles, acho, que você seria mesmo a melhor opção. Faça o seguinte: telefone pro Lula, mesmo sabendo de sua capacidade, ouvir conselhos é bom; e chame o Dirceu de volta pro ministério... Sua popularidade não cairá, você está pegando um país anos luz evoluído em comparação ao que Lula pegou... não se preocupe, pois eu não me preocupo.
Se você que lê votou em Serra, reflita sobre o governo de Dilma, que será melhor que o de Lula... Se você votou em Serra, saiba que com ele você não estaria lendo meus textos, pois, mesmo que você tivesse computador, eu não teria, muito menos internet... Se você votou em Serra e não mudar sua postura de avaliação de um candidato, e, principalmente, de um partido, se mate, pois você não é gente.
Valeu, Lula!
Agora é Dilma, é a vez da mulher!...