Páginas

domingo, 17 de outubro de 2010

Por que as igrejas apóiam Serra?

“Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou há de odiar a um e amar o outro, ou há de dedicar-se a um e desprezar o outro. Não podeis servir a Deus e às riquezas” (Mateus 6:24).
Vivemos nos perguntando por que igrejas e a Igreja vêm apoiando o candidato Serra... A resposta, leitores, é a ganância, a sede de poder, a fome incontrolável por dinheiro. O fato é que com Lula – sem partidarismos, apenas uma visão crítica dos fatos – fez com que muitos brasileiros saíssem da linha da miséria, entrassem na classe média e tal e coisa. Por este motivo, as pessoas estão estudando mais, e estão abandonando antigos dogmas impostos por líderes religiosos.
Um exemplo simples é o fato de que, com mais educação, as pessoas estão interpretando melhor a Bíblia e vendo que não é preciso enriquecer os cofres das igrejas para obter a salvação, pois, como Jesus mesmo afirmou, “Eu [Jesus] sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim” (João 14:6). E não ninguém vem ao Pai se não pagar tributos, ofertas...
Isso mostra que as igrejas se preocupam com a evasão das pessoas que fazem doações e frequentam os cultos não com a intenção de encontrar a Deus, mas de obterem uma melhor condição de vida, sair da miséria mesmo... e acabam dando o pouco que tem para comprar a compaixão divina. Por serem mal doutrinadas, por não dominarem os ensinamentos da Bíblia, essas pessoas abandonam as igrejas por estarem conseguindo sair da miséria, e pensam: “Pronto, agora não sou mais miserável, já posso comprar meu pão, meu filho faz faculdade, não vou mais à igreja e não vou mais dar dinheiro para o pastor ou padre.
Falando em pastor, me surpreendi com Silas Malafaia hoje no programa de Serra pedindo votos para o PSDBista. A que nível as coisas chegaram?! Depois de assistir ao programa, me pus a ler as notícias e vi outro absurdo: a CNBB está precisando se defender por impressão de panfletos que avisam sobre uma falsa postura da candidata Dilma, sucessora do cara que está fazendo os pobres deixarem de ser tão pobres e tão manipuláveis, em favor ao aborto.
Quem duvidar pode ver o Bispo Regional da CNBB, Benedito Beni, defendendo tais manifestações pró-Serra.  Na nota, o bispo defende a panfletagem mentirosa que tem por fim influenciar as pessoas contra Dilma, contra o progresso, contra a quebra de paradigmas dogmáticos. O pastor Silas Malafaia e o Bispo Benedito Beni, representantes das igrejas evangélicas e da igreja católica, afirmam, através do seu discurso, que servem às riquezas e não a Deus. Depois é a Dilma que é contra Jesus... que sacanagem... ou melhor, que heresia. 

Um comentário:

Cláudia Campello disse...

essa é poli-titica do brasil, meu caro.
porisso...ainda nao me decidi, rs

é por ai. concordo contigo.

bjssss